terça-feira, 31 de agosto de 2010

do amor.


E mesmo quando os olhos pesam de lágrimas

e os sorrisos me escapam por suas rotas de fugas,

o amor me embala com calma e aconchega minha dor.

O amor me sorri e garante.

- Tudo ao seu tempo, moça.



foto.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

a beleza sofrida.


foto: g1

ela e o mar.


e então ela,
sentindo o gosto pesaroso do sal que sufocava seus pulmões em meio ao mar revolto,
se permitia momentos de calma tranquilidade
enquanto sentia o corpo sendo levado
boiando em meio ao turbilhão.

sábado, 21 de agosto de 2010

a solidão repleta dos seus.


Cercadas por todos e tão sozinha.
Rodeada de pessoas e só.
Repleta de sujeitos ao seu redor,
mas completamente distante.

Sua única e real companhia
se exprimia pelas diversas vozes vivas no seu cérebro.

Cercada de pessoas,
acompanhada unicamente pelos seus.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010


enquanto sentia a chuva caindo no corpo, seus pés seguiam fora de rumo. no peito ardia um rumo certo, nas mãos acomodavam-se um mundo e nas pernas, uma calma desconhecida e nova em folha. de certo, as gotas simbolizavam tudo o que elas queriam simbolizar. de certo, os pés, o peito, as mãos e as pernas eram parte de um mundo que ela era. assim, de fato, tal dia desses ela descobriria. mas por um momento, apenas desejava que a chuva lavasse e os pés seguissem - sem querer encontrar, sem caminhos a desbravar.

foto.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

na categoria: fotos que queria tirar.

aqui.

sobre coisas que acontecem comigo.

desde ontem os meus planos vêm caindo por terra
e há muito tempo eu percebo que a graça da vida é não dar a mínima para ela.

acordei as seis e tanto, cheguei atrasada no trabalho, na saída - mais atrasada ainda - um carro prendia o meu, almocei as 14 e 30, quase terminei um projeto de vida, me arrumei para iniciar minha aventura de andar quatro vezes por semana e a chuva caiu, estou de volta.

quer saber o mais incrível? ainda me resta o bom humor.

é como eu ando dizendo: a terapia tem dado resultado.

domingo, 15 de agosto de 2010

atenção.



estamos passando por uma fase de reforma.

por favor, aguarde.

em breve voltaremos com nossas atividades.

grata, a direção.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

sobre essa coisa chamada dor.



como bem disse a Cris:
"Não me parece haver um aparelho para medir a intensidade do sentir".


Pois é.
Pois é.
Pois é.

domingo, 8 de agosto de 2010

segundo domingo de agosto!



meu malvado preferido agora é o meu malvado preferido.



a propósito, feliz dia dos pais!

pérola


certa amiga, na volta do cinema, no auge da empolgação musical fez a seguinte comparação:
"sabe aquela banda do cara que canta com voz grossa?"
(eu não conseguia lembrar o nome, mas o dr. google me ajudou!)
e então ela arremata:
bruno e marrone é essa banda no sertanejo.


sepultura = bruno e marrone (?!?)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

100!


esse é a postagem número 100!

quem diria, hein?

sobre o cotidiano influenciado por meteoros hormonais


Mas ela, exausta demais para divagar, apenas sorria e suspirava a espera de um daqueles momentos mais ricos em que se esquecia da inveja e da cobiça por simplicidade, voltando sua exausta atenção para conversas supérfluas sobre vidas aparentemente comuns.